Os cuidados com a higienização dos pets no “novo normal” trazido pela pandemia

O “novo normal” estabelecido pela pandemia do coronavírus também influenciou o universo pet. A reabertura das praças e parques em São Paulo deve levar os donos de amimais a tomarem cuidados extras quando forem passear com seus bichos nestes locais. Para evitar que eles tragam parasitas, como pulgas e carrapatos para as residências, é preciso tomar medidas preventivas, como fazer uma inspeção antes do passeio e, no retorno, passar um pano com álcool no animal.

“Essa vistoria antes do passeio é importante, pois uma vez que identificamos a presença de pulgas ou carrapatos, devemos evitar de levar os animais para passearem em parques e praças, desta forma evitaremos possíveis processos de infestação nestas áreas. Na volta, basta passar um pano com álcool para eliminar qualquer tipo de possibilidade de contato com as pragas mais comuns”, disse o vice-presidente da Associação dos Controladores de Vetores e Pragas Urbanas (Aprag), Sérgio Bocalini.

Caso o animal volte para casa com alguma infestação, Bocalini aconselha o início imediato do tratamento com produtos específicos recomendados por veterinários. Segundo ele, estas pragas podem atingir humanos e trazer danos à saúde das pessoas. “Adotar tratamentos preventivos, com o uso de produtos veterinários adequados, é outra ação importante para evitar que animais transportem esses ectoparasitas para dentro de qualquer ambiente”.

No caso de uma infestação de pulgas ou carrapatos, o ideal é que se faça uma desinsetização com produtos adequados para evitar um risco de intoxicação dos animais e pessoas. Ressaltando que serviços de controle de pragas urbanas só podem ser realizados por empresas constituídas para tal, que contem com autorização da Anvisa.

O vice-presidente da Aprag ainda destaca que local da casa em que o animal é preparado na volta ser constantemente higienizado. “A higienização dos locais que os pets utilizam, principalmente onde dormem, é importante e deve ser feita pelo menos uma vez ao dia”, afirmou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*