A desembargadora Cecília Marcondes, do Tribuna Regional Federal cassou a liminar e liberou o navio Nada para seguir viagem para a Turquia transportando 27,8 mil bois.

Sob protestos dos ativistas, o navio deixou o Ecoporto por volta das 21h45 deste domingo.

Sábado

A desembargadora Diva Malerbi, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, decidiu neste sábado pela manutenção da liminar que proíbe a exportação de animais vivos em todo o território nacional. Os 27,8 mil bois deverão agora ser desembarcados do navio e levados às suas fazendas, onde crescerão e terão um abate digno, como determina a legislação brasileira, em vez de enviados à Turquia para serem mortos.

bois

Os advogados das associações de proteção aos animais e ativistas citaram que a operação gera um forte impacto ambiental como efluentes, como sangue, fezes, urina, cadáveres, descarte de seringa, plásticos, produtos usados no trato com animais. Em relação aos maus-tratos, a ação cita que o transporte foi realizado em ambientes insalubres, escorregadios, cobertos por fezes e urina, além do uso de picanas elétricas (bastões de choque).

A conferir.