Em comemoração aos 70 anos do Sindicato de Atletas SP bolas invadem São Paulo durante a Copa do Mundo
Artistas consagrados criam verdadeiras obras de arte que estarão nas ruas da cidade de 14 de junho a 15 de julho e interagem com o público em quatro shoppings do Grupo Gazit!

A ideia de organização de uma série de eventos em comemoração aos 70 anos do Sindicato de Atletas SP é o de mostrar que a entidade tem muito mais a dizer, que tem muito mais conteúdo, eventos esses diferentes daqueles que o grande público conhece.

Para mostrar que a entidade faz um trabalho propositivo de responsabilidade focado no crescimento do esporte. Que desenvolve um trabalho que capacita gente para cuidar de gente e que tem muito prazer no que faz.
O evento da vez que, traz e reforça a ideia do “cheiro do hexa” iniciado em novembro de 2017 no Fórum Brasil Footbaal, é o FootbaalParade.

Uma exposição cuja a arte é desenvolvida em bolas – que remete ao futebol – selecionou 70 craques para emprestarem seus talentos que já vêm abrilhantando o evento.

Neste momento os artistas plásticos participantes do FOOTBALL PARADE estão nos ateliês montados em Shoppings do Grupo Gazit(Internacional Shopping de Guarulhos, Mais Shopping Santo Amaro, Shopping Light (Centro) e Morumbi Town criando suas artes e interagindo com os consumidores.

As 70 bolas serão expostas, na grande São Paulo, durante o período da Copa do Mundo, de 14 de junho a 15 de julho em locais como Aeroporto de Guarulhos, Avenida Faria Lima, Parque do Ibirapuera, entre outros.

Rogério Martins é o autor de “Senninha”, personagem derivado da imagem do piloto de fórmula 1 -Ayrton Senna. O artista traz para o maior evento, global, artístico de rua sobre futebol, a arte: Eletra. Ela representa a emoção que a Copa do Mundo de futebol proporciona aos expectadores e a todos os envolvidos neste esporte.

Claudia Colagrande se diz muito feliz com o convite para participar do FOOTBALL PARADE,e afirma que o Belo, em essência, é um compromisso em seu trabalho “O que eu buscava era essa grande harmonia que a bola de futebol representa no mundo e em nosso país, onde as pessoas se unem para vibrar por um gol.” Concluiu a artista que tem como lema “A vida é bela, venha ver”, na bola que ficará em exposição.

Na obra que tem como objetivo captar o sentido da copa, Sérgio Mancini uniu todas as bandeiras dos países participantes no maior símbolo e em torno de tudo o que este evento representa: a bola. Mancini acredita que, tal como o globo, a bola envolve todos os países e o maior símbolo dos jogos é a ideia de confraternização, união, participação e igualdade de oportunidades. Por isso as cores das bandeiras se misturam e se envolvem umas com as outras.

A artista de São João Del-Rei, Minas Gerais, Zélia Mendonça diz que nem mesmo as polêmicas e teorias já escritas sobre o futebol são capazes de diminuir sua relevância para a cultura e a identidade nacional, por se tratar de uma fonte de alegria e muita paixão que, como qualquer arte, eleva o individual ao coletivo. Sua ideia é colorir o objeto central da prática desse esporte -a bola- para traduzir esse encontro das artes, estampando imagens alegres desenhadas com tintas e canetas nos gomos: “colorido de forma a trazer a ludicidade, a ingenuidade e a paixão deste desporto popular, explicou”.

Esses artistas já finalizaram suas esculturas, porém, outros grandes nomes da arte brasileira estão de segunda à domingo, nos shoppings: Light (Centro), Internacional de Guarulhos, Morumbi Town e Mais Shopping (Santo Amaro).